Você sabe o que significa fodmap?

Olá leitores,

FODMAP é a sigla em inglês para Fermentable Oligosaccharides, Disaccharides, Monosaccharides and Polyols (Oligossacarídeos, Dissacarídeos, Monossacarídeos e Polióis fermentáveis), é o conjunto de alimentos fermentáveis que são mal absorvidos pelo nosso organismo e que podem causar desconfortos intestinais.

Em algumas pessoas, durante a digestão dos FODMAPs, e principalmente em indivíduos com doenças relacionadas ao trato gastrointestinal (síndrome do intestino irritável, úlcera, doença de Crohn, entre outras), ocorrem alguns sintomas como inchaço abdominal, diarreia, gases e dores. Estes sintomas ocorrem pela liberação de gases, provenientes da fermentação bacteriana intestinal prejudicada.

Vejam a tabela abaixo, dos alimentos com baixo e alto teor de FODMAPs:

A dieta baixa em FODMAP é uma intervenção feita em duas fases, primeiro com a redução dos FODMAPs da dieta, e depois com a reintrodução gradual dos alimentos retirados de acordo com a tolerância de cada um. De acordo com estudos, a eficácia dessa dieta com alívio dos sintomas em pacientes adultos, foi de 50 a 90% de respostas positivas e feitas num curto período de até 6 semanas.

Estas mudanças e restrições na alimentação pelos FODMAPS, estão cientificamente comprovadas que auxiliam em casos de sintomas e doenças gastrointestinais, porém devem sempre estar acompanhadas por um nutricionista, para não ocorrer nenhuma deficiência de nutrientes.

Espero que tenham gostado e aprendido mais.

Fonte: Hill P, Muir JG, Gibson PR. Controvérsias e desenvolvimentos recentes da dieta com baixo teor de FODMAP. Gastroenterol Hepatol (NY) . 2017/ Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral. O que é FODMAP. 2016/ PENSABENE, Licia et al . Dieta com baixo teor de FODMAPs para distúrbios de dor abdominal funcional em crianças: revisão crítica do conhecimento atual,. J. Pediatr. (Rio J.),  Porto Alegre, 2019/ BASTOS, Tatiana Filipa Santos. Síndrome do Intestino Irritável e Dieta com restrição de FODMAPs. Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Lisboa, 2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s