O poder dos nutrientes: quercetina

Olá leitores,

A quercetina é um flavonoide, um dos principais na classe dos polifenóis, encontrado em algumas frutas e vegetais, que tem sido bastante estudada e utilizada por apresentar benefícios à saúde. Suas funções estão ligadas principalmente com a capacidade antioxidante, continue lendo para conhecer suas outras funções.

Os flavonoides, de um modo geral, estão relacionados com atividades antitumorais, anti-inflamatórias, antialérgicas, antivirais, entre outras, como estimular a geração de energia corporal. A quercetina é considerada um agente antialérgico eficaz, capaz  de tratar distúrbios alérgicos, tanto respiratórios quanto alimentares, como asma e rinite e alergia ao amendoim, por exemplo.

Por seu efeito anti-inflamatório, a quercetina melhora a resposta inflamatória induzida por uma dieta rica em gordura, além de auxiliar no tratamento em doenças articulares, como é o caso da artrite. Em relação ao seu poder anti-tumoral, ela ajuda a inibir a proliferação das células cancerígenas, e também a retardar o crescimento das mesmas, estes benefícios acontecem tanto via alimentos, quanto suplementos.

A quercetina é o flavonoide mais abundante na nossa alimentação, encontrada na cebola (a principal fonte, ainda mais se for cebola roxa), maçã, frutas vermelhas, brássicas (brócolis, couve, couve-flor, repolho), tomate, aspargo, pimentão, sementes, chás preto e verde (em menor concentração). Estudos comprovaram que os alimentos orgânicos, apresentam maiores teores de flavonoides, clique aqui para ler mais.

Além disso, mostrou-se que os teores de quercetina, extraídos pelo organismo, são maiores quando os legumes são aquecidos (sem uso de água), mas isso não acontece com as frutas, possivelmente pela maior presença das fibras. A quercetina é um nutriente muito importante em estar presente no nosso dia a dia, seus benefícios são encontrados quando o consumo ou suplementação são utilizados de forma prolongada, e claro, individual.

Espero que tenham gostado e aprendido mais!

Fonte: GONÇALVEZ, Lívia de Souza. Efeitos da suplementação da quercetina sobre o
rendimento físico em esteira ergométrica e indicadores metabólicos do exercício exaustivo em atletas de futebol. Botucatu, 2014/ Naime Çelik et al. Protective effect of quercetin on homocysteine-induced oxidative stress. Department of Biochemistry, School of Medicine, Turkey, 2016/ SAVI, Patrícia do Rocio Smolinski et al.  Análise de flavonoides totais presentes em algumas frutas e hortaliças convencionais e orgânicas mais consumidas na região Sul do Brasil. Demetra, 2017/ BRITO, AF et al . Acção anti-cancerígena da Quercetina no Carcinoma Hepatocelular: o papel do GLUT-1.Rev. Port. Cir.,  Lisboa,  2013/ LI, Yao et al. Quercetin, Inflammation and Immunity. Nutrients, 2016/ MLCEK, Jiri et al. Quercetin and Its Anti-Allergic Immune Response. Molecules, 2016.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s