Dicas para aumentar a imunidade

Boa noite leitores,

Com os últimos acontecimentos, é fundamental falar mais sobre imunidade e em como a nutrição, e como a alimentação balanceada podem nos auxiliar nesse momento. E aí, você caracteriza sua imunidade como boa ou ruim? Esse é um ponto que você se preocupa? Você mudaria seus hábitos para melhorar sua imunidade?

Em primeiro lugar, já está mais que comprovada a importância da hidratação diária para a imunidade, em segundo podemos confirmar que uma alimentação balanceada, e rica em nutrientes como quercetina, zinco, selênio, vitamina C, vitamina A, que vou falar abaixo são importantíssimos. Ainda para contribuir com a imunidade, a vitamina D, ou seja, o sol é fundamental (clique aqui para saber mais), além de um sono reparador e a prática frequente de atividade física.

Seguem abaixo, a explicação dos nutrientes que citei, assim como suas fontes alimentares:

  • QUERCETINA

Polifenol com potente função anti-inflamatória. Fontes alimentares: frutas vermelhas (uvas, jabuticaba, açaí, framboesa, morango, além das berries), maçã,  goiaba, kiwi, tomate, cebola, amêndoa, pistache, cacau, chá preto.

  • ZINCO

Tem o papel de reparo no sistema imune, e assim de reparar infecções virais. Fontes alimentares: carnes e frutos do mar, leite e derivados, leguminosas, castanhas e sementes, clique aqui para saber mais.

  • SELÊNIO

Outro mineral importante na função imunológica. Fontes alimentares: castanha-do-pará, castanha de caju, alguns peixes (como sardinha, pescada, cação) e ovos.

  • VITAMINA C

Antioxidante. A mais famosa das vitaminas para imunidade, mas que muitos consomem de forma errada, pois aquele tipo efervescente, muito consumido não pode ser considerado como uma opção saudável pela enorme quantidade de aditivos (corantes, adoçantes). Fontes alimentares (do maior para o menor): Acerola, Caju, Pimentão, Goiaba, Couve, Kiwi, Laranja, Limão. Clique aqui para saber mais.

  • VITAMINA A

Antioxidante. Com ação imunológica importante, é dependente de vitamina C e zinco. Fontes alimentares: todos os alimentos de cor forte, amarelo-alaranjado (cenoura, abóbora, manga, mamão) e verde-escuro (mostarda, agrião, couve, almeirão). Leia mais, clicando aqui.

Agora não é o momento de fazer dietas restritivas, mas é fundamental reduzir o consumo de processados e industrializados, açúcares e gorduras, carboidratos refinados e bebidas alcoólicas, para reforçarmos ainda mais nossa imunidade.

Espero que tenham gostado, se cuidem e até a próxima matéria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s