O poder dos nutrientes: resveratrol

Boa noite leitores,

O resveratrol é um nutriente bem conhecido por sua relação direta com o vinho, você certamente já ouviu falar que tomar uma taça de vinho por dia faz bem ao coração, certo?! Mas calma, antes de tudo, vamos a fundo nesse tema.

A descoberta do resveratrol, ocorreu em 1940, quando foi postulado para explicar alguns efeitos protetores do vinho tinto. Com novos estudos, foram descobrindo a forte ação antiinflamatória e antioxidante do resveratrol, mas isso não está diretamente ligado ao vinho, mas sim às uvas (principalmente as uvas roxas). E também as outras fontes alimentares, como as frutas vermelhas (morango, mirtilos, amoras, framboesas) e o amendoim.

Suas propriedades nutricionais estão interligadas com uma proteção em processos tumorais, doenças cardiovasculares, processos neurodegenerativos, envelhecimento, diabetes, obesidade e até na saúde hepática. O resveratrol é da classe dos polifenóis, compostos químicos que protegem contra fungos, bactérias, vírus e radiação solar, e os responsáveis pelos aspectos organolépticos da uva como cor, sabor e aroma.

Existem compostos, que podem agir de forma sinérgica aumentando a disponibilidade do resveratrol, como a quercetina (clique aqui para ler mais), por exemplo, que atua favorecendo a permanência em seu estado natural. Isso é importante para reduzir o estresse oxidativo, e diminuir os níveis de LDL (colesterol ruim) e aumentar de HDL (colesterol bom – conheça mais desse assunto).

Dessa forma, a inclusão de alimentos fontes do resveratrol é indicada, lembrando que o vinho tinto também é fonte dele, mas pelo viés do álcool não deve ser recomendado diariamente. Espero que tenham gostado e aprendido mais.

Fonte: BRITO, Fernanda Maranhão Lages. Resveratrol e suas implicações para a saúde. Universidade Federal de Alagoas. Maceió, 2016/ LEAL, Juliane Barroso. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, Resveratrol: composição química e seus benefícios à saúde. São Paulo, 2017/ MARTINS, Pâmela Padovani; NICOLETTI, Maria Aparecida. Polifenóis no vinho: resveratrol e seus benefícios. Infarma – Ciências Farmacêuticas. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

 

Clique para acessar o pt_0101-2800-jbn-37-01-0106.pdf

Clique para acessar o CarolinaDosSantosMoreno.pdf

Clique para acessar o 372603331556305294pdfptEFEITOS%20DA%20SUPLEMENTA%C3%87%C3%83O%20DE%20RESVERATROL%20SOBRE%20FATORES%20DE%20RISCO%20CARDIOVASCULAR_SUPLEMENTO%20DA%20REVISTA%20SOCESP%20V29%20N1.pdf

 

Clique para acessar o a309_web.38.pdf

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s