Água tônica é saudável?

Boa noite leitores,

A água tônica está em alta, sendo muito usada na preparação de vários drinques alcoólicos, presente nos dias de muita gente como uma alternativa ao refrigerante, e também com a ideia de ajudar na digestão. Mas será que ela é uma escolha saudável? Será que a opção sem açúcar é uma melhor escolha?

Você alguma vez já parou pra olhar o rótulo (clique aqui para aprender como) de uma água tônica? Acredito que não, pois bem ela é considerada um refrigerante, por ser composta principalmente de água gaseificada e açúcar. Além disso, a água tônica tradicional também contém quinino, e aditivos como acidulantes, aromas e conservadores. Enquanto a do tipo sem açúcar, são adicionados os adoçantes artificiais sacarina e ciclamato.

Antigamente, o quinino era utilizado como sendo um composto com efeitos benéficos contra a malária, hoje na preparação da água tônica é apenas para conferir o gosto amargo, sua principal característica, que ainda assim é palatável somente pela adição do açúcar ou dos adoçantes artificiais.

O quinino, é extraído da casca de uma árvore, sendo de fonte natural mas que mesmo assim, não deve ser consumido em grandes quantidades por gestantes e lactantes, pessoas com asma, deficiência da enzima G6PD, hipoglicemia, zumbidos nos ouvidos, e algumas outras doenças específicas, procure saber mais.

A ideia de que a água tônica possa ajudar na digestão, é uma crença, portanto, se você a ingere frequentemente e em grande quantidade, seja ela com açúcar (forma tradicional), ou com adoçantes artificiais (clique aqui para saber mais, eles são potencialmente cancerígenos), pura ou com bebidas alcoólicas, sugiro que diminua a quantidade consumida, troque por sucos, frutas, água com gás, águas saborizadas, chás e infusões.

Espero que tenham gostado e aprendido mais!

Fonte: Minim et al. Tempo-intensidade e aceitação: água tônica. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 2009/ Pollito, Percy. Filho, Mário. Cinchona amazonica Standl. (Rubiaceae) no estado do Acre, Brasil. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Ciências Naturais, Belém, 2006.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s