O poder dos nutrientes: vitamina B3 (niacina)

Boa noite leitores,

A vitamina B3, também conhecida por niacina, ou até mesmo por vitamina PP, foi a terceira vitamina do complexo B a ser identificada. É uma vitamina esquecida pela maioria das pessoas, mas ela é importante para o funcionamento do organismo, vamos conhecer mais sobre ela?!

A niacina, atua em diversas reações metabólicas, como na produção de energia, ela tem papel importante na redução do colesterol ruim (LDL) e triglicérides e também por melhorar as concentrações de HDL, o colesterol bom. Além de apresentar ação antioxidante, vasodilatadora, e auxiliar em casos de labirintite, alteração de memória e até na doença de Alzheimer.

Estudos mostram que sua deficiência afeta mais adolescentes e idosos, e principalmente alcoólatras, por terem ingestão insuficiente de nutrientes em geral, má absorção intestinal e aumento da excreção urinária. A pelagra é a doença que pode acontecer quando os níveis de vitamina B3 estão baixos, que envolve a pele, o trato gastrintestinal e o sistema nervoso com sintomas de dermatite, diarreia, demência, lesões, entre outros. O contrário disso, quando ocorrem doses elevadas de vitamina B3 no organismo, outros sintomas como vômitos, constipação, úlceras, arritmias cardíacas, hiperuricemia, além de elevação das enzimas hepáticas e resistência insulínica podem ocorrer.

Nos alimentos, a niacina é encontrada em maior quantidade na carne vermelha, leite e derivados, ovos, frango, peixe, leveduras, arroz integral, na batata, goiaba, milho e no amendoim. Ela também pode ser sintetizada a partir do triptofano, assim o consumo de alimentos ricos nesse aminoácido, como oleaginosas, mel, banana, kiwi, feijões, aveia, quinoa, peixes, linhaça, chia, alho e cebola também são recomendados.

Por estar vinculada ao gasto energético, a necessidade de niacina varia, ou seja, quanto mais você faz atividade física e se exercita, maior será a demanda do corpo. Consuma alimentos naturais e variados com frequência e assim seu corpo estará realmente nutrido.

Espero que tenham gostado e aprendido mais!

Fonte: OLIVEIRA, Nayrene Amorin Carvalho et al. A deficiência de tiamina e niacina como fator de risco para de doenças neurológicas. Infarma – Ciências Farmacêuticas, Ceará, julho, 2019/ MCKENNEY, J. New perspectives on the use of niacin in the treatment of lipid disorders. Arch Intern Med. 2004/ VANUCCHI, Helio. CUNHA, Célia. Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes – Vitaminas do Complexo B, ILSI Brasil, 2009/ GIMENIZ, Nádia L F A, et al. A influência da niacina na saúde humana: uma revisão bibliográfica. Centro universitário do triângulo/ Maria e Moreira. A intrigante bioquímica da niacina. Quim. Nova, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s