Alimentos funcionais: jabuticaba

Boa noite leitores,

Estamos em época de jabuticaba, uma fruta tão brasileira, tão funcional, tão nutritiva, mas que pela grande quantidade que a natureza nos fornece, principalmente entre os meses de agosto a novembro, muitas vezes acabamos descartando né?! Mas será que se soubéssemos os tantos benefícios que ela tem, e também alternativas para poder consumi-las e armazená-las, descartaríamos menos?

Estudos realizados para determinar os benefícios da jabuticaba (casca, polpa, semente) constataram que, a parte da casca é a que possui maior concentração de nutrientes, assim como a maior atividade antioxidante, devido a sua coloração roxa dada pelas antocianinas. Comparando com o teor de antocianinas presente em outras frutas e hortaliças como açaí, uva, pitanga, amora, repolho, hibisco, berinjela, constatou-se que a casca da jabuticaba apresentou o maior nível entre elas.

As antocianinas, se destacam por serem antioxidantes naturais encontrados em frutas e hortaliças de coloração roxa, capazes de inibir o processo de oxidação dos radicais livres, como o envelhecimento e a aparição de doenças, como alguns tipos de câncer, por exemplo. Além de melhorar o desempenho intestinal e proteger o fígado, elas também auxiliam no combate de doenças crônicas como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares, pois atua na excreção de gorduras e no combate às inflamações.

Muito popular em todo o Brasil, a jabuticaba não tem um valor comercial alto, por ser muito perecível. Apesar de sua produção ser grande e utilizada tanto para consumo in natura como para a indústria, depois de colhida, a fruta tem uma vida útil de até três dias, e por isso sua comercialização fica prejudicada.

Como alternativa de aproveitamento da jabuticaba está a elaboração de sucos, chás, geleias e de farinha, feita por desidratação da casca. Com a farinha é possível fazer bolos, biscoitos, massas e até mesmo sucos. É constatado que, sucos e chás feitos com a casca de jabuticaba, podem ajudar no tratamento de problemas de saúde como amidalite, asma, alergias, varizes, fragilidade capilar e erisipela, além dos benefícios que já citei acima.

Para a produção da farinha, após a higienização das cascas da jabuticaba, já sem a polpa, coloca-se as cascas para assar, em forno pré-aquecido por 180•C, por aproximadamente 30 minutos. Após bem secas, triture num processador e armazene em recipiente seco e fechado. Pronto, é só consumir. Experimentem fazer e me contem o que acharam.

Espero que tenham gostado e aprendido mais.

Ótimo feriado e até semana que vem!

Fonte: Rev. Nutr. vol.26 no.5 Campinas Sept.Oct. 2013/ Visão Acadêmica, Curitiba, v.17 n. 3 Jul.Set.2016.


2 comentários sobre “Alimentos funcionais: jabuticaba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s