Você sabe o que é Psyllium?

Boa noite leitores,

Essa é a matéria de número 200 no site, agradeço muito todos que me acompanham, eu amo transmitir por aqui um pouco desse mundo da Nutrição, me enviem sugestões de temas que gostariam que eu escrevesse!

Sei que muitos de vocês já ouviram falar no Psyllium, pelo fato dele estar sendo bastante divulgado na mídia, mas sei também que muitos não conhecem ao certo o que é, e quais são seus benefícios para a saúde.

A semente, também conhecida como Plantago (nome científico) pode ser consumida com frutas, leites e como ingrediente na receita de pães e bolos. É uma fibra solúvel (aquelas que dissolvem em água, formando géis viscosos, que não são digeridas no intestino delgado, e que são facilmente fermentadas pela microflora do intestino grosso), da mesma classe da pectina (presente nas frutas), e da aveia, por exemplo, as quais atuam retardando o esvaziamento gástrico, e assim aumentam a saciedade.

O uso do Psyllium foi descrito em estudos para o tratamento de icterícia, para resfriados, inflamações, diarreia, constipação, como diurético, como anti-inflamatório e gastro protetor. Além disto, o seu consumo frequente associado com uma alimentação restrita em gordura saturada, colesterol e a prática frequente de atividade físicaestá relacionado com níveis de colesterol total reduzidos, e também de proteínas marcadoras de inflamações, aquelas relacionadas à resistência da insulina, ao desenvolvimento de diabetes e obesidade, assim como outros fatores de risco para doenças cardiovasculares, câncer (principalmente de intestino e cólon) e outras doenças crônicas.

A recomendação da ingestão de fibras é em média 20 g/dia, variando de pessoa pra pessoa, e também entre os alimentos fontes de fibras (frutas, verduras, grãos integrais e farelos). Contudo, como qualquer outro alimento, o Psyllium também pode apresentar efeitos adversos ao organismo, quando ultrapassado o consumo recomendado, como: diarreia, distensão abdominal, flatulência e inapetência. Sua ingestão é contra-indicada para pacientes com constrições no trato gastrointestinal, com dificuldade de controlar o diabetes e para gestantes, por isso é fundamental o acompanhamento nutricional individualizado.

Espero que tenham gostado e aprendido mais, até semana que vem!

Fonte: Ministério da Saúde. Monografia da espécie Plantago Ovata Forssk (Psyllium). Brasília, 2014/ Fibras e metabolismo. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013/ MELLO, Vanessa D.de; LAAKSONqaEN, David E.. Fibras na dieta: tendências atuais e benefícios à saúde na síndrome metabólica e no diabetes melito tipo 2. Arq Bras Endocrinol Metab,  São Paulo ,  v. 53, n. 5, p. 509-518,  July  2009/ Ribas, S. A. Investigação do efeito terapêutico do Psyllium sobre a dislipidemia infanto-juvenil. Universidade Federal do Pará, Belém, 2011.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s