Conheça a novidade entre os transtornos alimentares

Boa noite leitores,

Você conhece alguém que já passou por um transtorno alimentar? Como foi a aceitação e o tratamento dessa pessoa? Acredito que você já deva estar farto de ouvir falar sobre anorexia e bulimia, ainda vou falar um pouco sobre elas hoje, mas sabia que existe um outro tipo de distúrbio, que muitos já possuem e nem imaginam?!

A mídia, televisão e internet, é o principal meio de comunicação, o qual influencia diretamente a aceitação própria, por motivos de esteriótipos pré-determinados e tidos como perfeitos e adequados. É por isso que, há alguns anos os casos de anorexia e bulimia (principalmente entre adolescentes, maiores utilizadores das mídias) cresceram. Agora, além delas ainda temos a chamada ortorexia, um novo distúrbio que vem acometendo muitas pessoas.

Para lembrarmos, a anorexia é caracterizada por perda de peso intensa e intencional, com dietas extremamente rígidas por uma busca desenfreada pela magreza e uma distorção grosseira da imagem corporal. Já a bulimia é tida por grande ingestão de alimentos com sensação de perda de controle, essa preocupação excessiva com o peso e a imagem corporal levam o paciente a métodos compensatórios inadequados para o controle de peso como vômitos auto-induzidos e uso de medicamentos (diuréticos, inibidores de apetite, laxantes).

Ambas são transtornos alimentares caracterizados por um padrão de comportamento alimentar gravemente perturbado, por um controle do peso corporal e por distúrbios da percepção do formato corporal. Estes transtornos são, na maioria das vezes, desencadeados por preconceito, bullying e padrões equivocados estipulados pela sociedade, são de difícil tratamento e podem levar até a morte.

Agora, falando da ortorexia, ela também é um distúrbio alimentar mas caracterizada pela obsessão em comer saudável. As pessoas com este quadro apresentam uma preocupação excessiva com a qualidade da alimentação limitando a variedade e quantidade, sem um acompanhamento profissional, individual e presencial. Pois, como vemos nas mídias sociais até mesmo alguns “profissionais” são ortoréxicos, e assim transmitem informações distorcidas e equivocadas aos que os acompanham.

O problema é que a pessoaortoréxica não procura ajuda pois acredita estar fazendo a escolha certa. Elas evitam sair de casa e sentem uma imensa culpa quando fogem das “regras”. Assim, não existe equilíbrio na alimentação de uma pessoa ortoréxica. A prevalência ainda é desconhecida e ela ainda não foi reconhecida por órgãos responsáveis como uma doença, porém o que pode-se observar é que podemos estar vivendo uma epidemia da ortorexia e continuando a vida como se isso fosse o ideal.

Por isso a prevenção e o conhecimento precisam ser reforçados, e o tratamento desses transtornos alimentares deve ser feito com cuidado, por uma equipe multidisciplinar, os quais o nutricionista e o psicólogo são essenciais para tratar corpo e mente, em conjunto. O tratamento nutricional deve visar à promoção de hábitos alimentares saudáveis e equilibrados, a cessação de comportamentos inadequados (como a restrição, e a compulsão) e a melhora na relação do paciente para com o alimento e o corpo.

Espero que tenham gostado, ótimo feriado pra todos e até semana que vem!

Fonte: SAIKALI, Carolina Jabur et al . Imagem corporal nos transtornos alimentares. Rev. psiquiatr. clín.,  São Paulo, v. 31, n. 4, p. 164-166, 2004/ LATTERZA, Andréa Romero et al . Tratamento nutricional dos transtornos alimentares. Rev. psiquiatr. clín., São Paulo, v. 31, n. 4, p. 173-176, 2004/MARTINS, Márcia Cristina Teixeira et al . Ortorexia nervosa: reflexões sobre um novo conceito. Rev. Nutr., Campinas, v. 24, n. 2, p. 345-357, Apr. 2011.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s