Você sabe o que é Spirulina?

Boa noite leitores,

Já ouviram falar de Spirulina? Outro suplemento novo do momento, que está sendo bastante recomendado por nutricionistas. Mas onde ela foi descoberta? Será que sua ingestão é recomendada para todos? Qual é sua função no organismo e como ela pode nos beneficiar? Sempre busquem as respostas para estas perguntas quando algum novo alimento aparecer. Agora, vamos conhecer a Spirulina:

Uma microalga, da classe das cianobactérias que começou a ser utilizada na alimentação humana por apresentar um perfil nutricional que as torna ideal como suplemento alimentar, pois substituem satisfatoriamente as fontes artificiais de nutrientes, por combinar diversos constituintes de maneira equilibrada. A Spirulina é considerada um suplemento alimentar natural fonte de proteínas, vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo, potássio, betacaroteno, vitamina E, ficocianina e uma das mais ricas fontes de vitamina A e ferro absorvíveis.

A ficocianina (corante azul natural) é um potente antioxidante presente na Spirulina, o qual contribui com a imunidade e assim ajuda a prevenir doenças importantes pelo seu poder anti-inflamatório, como câncer, desnutrição, diabetes, hipercolesterolemia, obesidade, doenças do coração, entre outras, além de proporcionar melhorias na saúde como um todo.

Seu teor proteico é superior a qualquer outra fonte alimentar, apresentando concentração de aminoácidos essenciais acima do padrão sugerido pela FAO/1985.  Mas como ela apresenta digestibilidade um pouco reduzida, continua sendo imprescindível o consumo de outras fontes de proteína e aminoácidos, pois nossa alimentação deve ser variada para ser completa.

A Spirulina é legalmente autorizada como complemento alimentar pelo FDA (Food and Drug Administration), sem efeitos tóxicos ao organismo. E no Brasil, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permite sua comercialização desde que o produto final no qual o microrganismo tenha sido adicionado esteja devidamente registrado.

Comercializada em cápsula ou pó, a Spirulina pode ser um potente aliado da alimentação, mas que mesmo sendo de origem natural, sua ingestão deve ser recomendada por um nutricionista, pois sua concentração nos produtos vendidos é alta e assim uma dose exacerbada pode trazer consequências negativas à pessoa com doenças renais, por exemplo.

Espero que tenham gostado e aprendido mais, qualquer dúvida me escrevam.

Beijos e ótimo feriado!

Fonte: Propriedades de saúde de Spirulina spp. Rev. Ciênc. Farm. Básica Apl., v. 29, n.2, p. 109-117, 2008/ RASBRAN – Revista da Associação Brasileira de Nutrição. São Paulo, SP, Ano 5, n. 1, p. 52-59, Jan-Jun. 2013/ Influência da ingestão de espirulina sobre
o metabolismo de ratos exercitados. Rev Bras Med Esporte _ Vol. 10, Nº 4 – Jul/Ago, 2004/ Spirulina, exercício e controle da glicemia em ratos diabéticos. Arq Bras Endocrinol Metab. 2012/

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s