Dieta Dukan: como funciona? 

Boa noite leitores,

Hoje vou comentar sobre a Dieta Dukan, que desde o ano 2000 teve notoriedade a partir da publicação do livro “Não consigo emagrecer” escrito pelo médico Pierre Dukan, que conquistou o mundo com a promessa de uma perda de peso rápida. Mas, vamos com calma né?  Como eu sempre falo, se o método que você está usando para emagrecer começa com a palavra “dieta”, já tem algo errado.

Para quem não conhece, a Dieta Dukan possui quatro fases que gera o “emagrecimento rápido”, sendo que cada uma delas tem uma duração que depende do quanto você quer perder de peso (Como pode isso? vocês já viram alguém perder a mesma quantidade de peso no mesmo tempo que outra pessoa?):

Fase 1 – ATAQUE: só é permitido o consumo de alimentos ricos em proteína e com baixo nível de gordura.

Exemplos de alimentos permitidos: carnes magras, peixes e frutos do mar, leite e derivados desnatados/sem gordura, temperos naturais, 1 colher de sopa de aveia por dia, até 3 latas de refrigerante light/diet/zero (OI?), adoçante.

Exemplos de alimentos proibidos: frutas (OI?), vegetais (OI??), carboidrato (OI???), açúcar, laticínios com mais de 3% de gordura.

Fase 2 – CRUZEIRO: no primeiro dia somente consumir proteínas (igual a fase 1), no dia seguinte ingerir proteínas + legumes, e assim por diante.

Exemplos de alimentos permitidos: proteínas iguais a da fase de “ataque”, 2 colheres de sopa de aveia por dia, legumes e laticínios de 3 – 7% de gordura.

Exemplos de alimentos proibidos: frutas e carboidratos em geral.

Fase 3 – CONSOLIDAÇÃO: consumo somente de proteína 1 dia na semana e nos outros dias as frutas, legumes e carboidratos poderão ser incluídos. A fase de Consolidação é dividida em mais duas fases: Primeira – uma refeição liberada na semana, uma porção de carboidratos por semana e uma fruta por dia, e Segunda – duas refeições liberadas na semana, duas porções de carboidrato na semana e duas frutas por dia.

Exemplos de alimentos permitidos: todos os alimentos das fases de “ataque” e “cruzeiro”, frutas (com exceção de banana, uva e cereja – da onde tiraram isso?), laticínios com mais de 7% de gordura, carboidratos (220g – integrais e 125g – refinados -> e essa quantidade padronizada para um mundo que temos mais de 7 bilhões de pessoas completamente diferentes?), e duas colheres e meia de aveia por dia.

Fase 4 – ESTABILIZAÇÃO: fase livre que deve ser seguida para o resto da vida, nenhum alimento é proibido, e deve-se usar o bom senso para não engordar novamente, consumir 3 colheres de sopa de aveia todos os dias, caminhar por 20 minutos e continuar com um dia na semana de ingestão somente de proteína.

Assim, depois de fazer um resumo sobre a Dieta Dukan, eu repito: alimentação não é pra ser restritiva e com data de término, este exemplo de dieta, assim como todas as outras existentes, dão “certo” em curto prazo, mas mesmo assim deixa a saúde debilitada. Dietas restritivas acarretam carência de vitaminas e minerais, sintomas como cansaço, tontura, irritabilidade, obstipação intestinal, problemas renais, e por aí vai.

O mais engraçado de tudo isso, é que no site oficial da Dieta Dukan, eles possuem a loja online, cujos produtos são super recomendados durante a dieta. E ai, capitalismo até na hora da alimentação?! Vocês conseguem acreditar que um método desse tipo é eficiente e saudável? Porque, como falei pode ser “eficiente” por um tempo mas saudável, nunca será. E o que é o mais importante nessa vida? SAÚDE!

Espero que tenham gostado e que tomem cuidado com o que aparece por aí, combinado?

Beijos e até a próxima semana!

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s