Você é o que seus pais comeram

Boa noite leitores,

Na semana das mulheres vim aqui para atualizar à todos sobre aquela frase clichê que conhecemos desde que nos entendemos por gente: “você é o que você come”. Hoje, após muitos estudos foi comprovado que não é só isso, que existem muitas influências além de você mesmo.

As maiores contribuições para alterar nossa saúde no presente e também a longo prazo continuam vindo da nossa alimentação e de nossos hábitos ao longo da vida, e com isso a forma que nossas mães se alimentaram durante a gestação e a lactação.

Vocês conseguem imaginar o quanto isso influencia? Um estudo feito por alguns colegas e professores no Laboratório de Distúrbios do Metabolismo, da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp, concluiu que “filhos de mães obesas têm maior predisposição para o desenvolvimento de patologias decorrentes de alterações metabólicas, como a própria obesidade e o diabetes (outro ponto super importante, que por sinal foi tema do meu TCC)”.

Porém isso não acontece somente com mães obesas, mães desnutridas também podem gerar filhos propensos a adquirir uma doença metabólica (sim, obesidade é uma doença). No estudo em questão, eles também comprovaram que além da gestação, “as condições impostas na lactação podem impactar de modo importante o desenvolvimento das proles”.

Com isso, nos dias de hoje, após muitos estudos, estamos conseguindo retirar o ‘peso das costas’ que sempre pende pro lado das mulheres e fazer com que os homens se equiparem conosco até na hora da saúde dos filhos. Sim, o que os pais comeram durante toda a vida deles vai ter uma influencia na saúde dos descendentes a curto, médio e longo prazo também.

Conheço, e tenho certeza que vocês também, muitos homens e muitas mulheres que na hora de falar/cuidar da sua própria saúde não dá muita importância, mas que na hora de falar sobre os filhos o pensamento e o cuidado muda completamente. Isso é instinto, mas não adianta nada depois ficar preocupado/a com a saúde dos filhos, se você não cuidou da sua própria, não é mesmo?!

Por isso, finalizo minha matéria de hoje falando: A alimentação saudável vai muito além de um rosto e um corpinho bonito, ela é nossa fonte de saúde, de prevenção de doenças e de longevidade. Agora, se mesmo sabendo de tudo isso, você (homens e mulheres) ainda não se importa com a sua saúde mas deseja um dia ter filhos, pense neles e mude seus hábitos (alimentação saudável + atividade física).

Espero que tenham gostado, compartilhem essa informação.

Beijos e até a próxima!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s