Tipos físicos

Moda e estilo de vida têm tudo a ver com vida saudável e nutrição!!!

Sem título

Os tipos físicos são super importantes num processo de consultoria de imagem pessoal. Usamos essas referências com o objetivo de montar uma lista de recomendações que visam deixar o corpo da cliente proporcional – ou seja, visualmente o mais parecido possível com uma ampulheta.

Parece impossível? De forma alguma. O segredo está na escolha correta das peças, cores e estampas que formam, juntas, uma silhueta suave e proporcional.

Isso independe de peso ou altura – não temos a intenção de mudar o corpo de ninguém. É importante que isso fique muito claro, pois a decisão de mudar este ou aquele aspecto físico é de caráter íntimo e o consultor de imagem não deveria interferir nisso.

Colocamos aqui algumas dicas de como começar a brincar com proporções, que já farão muita diferença no seu guarda-roupa e na sua vida.

colagem-tipo-fsico

I – Triângulo Invertido

O nome já explica: nesse caso, são os ombros mais largos do que os quadris. Deve-se ampliar a região dos quadris, com calças com detalhes laterais e bolso faca, saias mais rodadas ou peplum.

Os ombros ficam mais estreitos quando usamos decotes em V, camisas de abotoamento frontal, colares finos e compridos.

II – Triângulo

Nesse caso, os quadris são mais largos do que os ombros. Esse tipo é bem comum entre as brasileiras, conhecidas por terem mais bumbum, culotes e quadris do que as mulheres americanas ou europeias, por exemplo.

O ideal aqui é suavizar a região dos quadris, investindo em cores mais fechadas, tecidos que não armam (quanto mais fluidos, melhor), e evitando detalhes que chamem a atenção para essa região.

Outro recurso é ampliar visualmente a região do colo e dos ombros, usando decotes canoa, listras horizontais mais grossas, blusas com detalhes e aplicações nos ombros.

A melhor calça para esse tipo físico é a flare (boca bem mais aberta do que os quadris), e as melhores saias são as evasés de tecidos bem molinhos ou as longas fluidas e retas.

III – Retângulo

Corpo bem magro, sem cintura, estrutura bem angular e ossos bem proeminentes. O objetivo aqui é criar uma cintura, com vestidos envelope, saias rodadas combinadas com blusas justas, vestidos acinturados e acessórios como cintos de fivela grande, lenços e faixas na cintura.

IV – Ampulheta

Considerado o mais proporcional de todos. Ombros e quadris são da mesma largura, e a cintura divide o corpo bem na metade.

Mulheres assim devem apenas cuidar para não adicionar volume demais numa região do corpo em detrimento das demais, interferindo nessa proporção natural.

V – Oval

Nesse caso, todo o peso visual do corpo está concentrado entre quadris e ombros. Ausência de cintura e gordura abdominal localizada.

Ao contrário do que pensam muitas mulheres com esse tipo físico, usar batas e camisetas enormes só evidencia essas características acima. Deve-se optar por blusas e camisas suaves, sempre com estampas pequenas, modelos com recortes verticais. As calças devem ser retas ou flare, fluidas e de tecidos de boa qualidade, como malhas, linho, plush ou seda. A calça skinny é a pior possível.

Por Fernanda Damy. Consultora de Imagem.

Espero que gostem desta nova parceria!

FELIZ DIA DAS MULHERES!!!

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s