O poder da linhaça

Boa noite leitores,


A tão falada linhaça, é uma semente oleaginosa da planta linho (sim, o mesmo usado na indústria têxtil), e acredita-se que ela já era cultivada há séculos. A plantação do linho deve ser feita em locais frios, por isso que o Brasil começou com esta prática no Sul, há pouco tempo.

A linhaça é considerada um alimento funcional pois trás inúmeros benefícios para a nossa saúde, e por causa disso está sendo tão estudada e comentada. Ela possui uma grande quantidade de proteínas, minerais, vitaminas e gorduras boas, aquelas que em certa quantidade são muito vantajosas.

Esta semente, contém lignanas que são compostos fitoquímicos (aqueles encontrados em vegetais que possuem efeitos benéficos na saúde), com propriedades anticangerígenas (principalmente ajudando na prevenção do câncer de mama) pois elas atuam no mecanismo de defesa do organismo que provoca a destruição das células defeituosas, e também no combate dos sintomas da menopausa. Este grão foi eleito, pelo Instituto Nacional do Câncer, como uma das principais sementes a serem estudadas, que possuem potencial proteção contra o câncer.

A linhaça também é rica em gorduras boas, como ômega 3, 6 e 9. Que são antioxidantes poderosos (na quantidade certa) na prevenção de doenças cardiovasculares, assim como na redução do colesterol ruim.   Além de ser anti-inflamatória e ajudar no envelhecimento.

É riquísima em fibras, que são essencias para o organismo, tanto para o melhor funcionamento intestinal quanto para o aumento da saciedade, e o prolongamento da fome, ajudando então na perda de peso adequada (em conjunto com a ingestão de no mínimo 2L de água).

O consumo desta semente deve ser de 1-3 colheres de sopa por dia (dependendo, claro, de pessoa pra pessoa e dos outros tipos de fibras ingeridas). Lembrando que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, uma alimentação balanceada, deve ter 1-2% das calorias totais de ômega-3 e 5-8% de ômega-6 e 25g de fibras por dia.

Esclarecendo, existe dois tipos de linhaça, a dourada e a marrom. No ponto de vista nutricional, elas são semelhantes, a principal diferença é que a dourada é cultivada de forma orgânica em clima adequado (sem agrotóxicos, e por isso também é mais cara) e a marrom é mais barata, mas como são cultivadas em diferentes climas, são adicionados agrotóxicos.

Para finalizar, um importante ponto que muita gente não sabe, os maiores benefícios da linhaça estão dentro da casca, mas como ela é resistente e de difícil digestão, é necessário triturá-las para o melhor aproveitamento. Porém, a farinha após um tempo exposta a luz, temperatura e umidade, perde suas propriedades. O ideal é que a linhaça seja triturada e consumida em até 7 dias, e deve ser guardada em pote opaco fechado, sob refrigeração.

Espero que tenham gostado!

Beijos!!!


6 comentários sobre “O poder da linhaça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s